Home » Destinos » Suécia, da Série Países do Ártico

Suécia, da Série Países do Ártico

Aurora Boreal na Suécia: Viagem em grupo para Caçar as Luzes do Norte
12 abr 2021 Destinos, DICAS DE FOTOGRAFIA, Suécia, TIPOS DE VIAGEM 0 COMENTÁRIOS

A Suécia é um dos países com melhor Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo (IDH), ela oferece uma experiência incrível a todos os seus visitantes. 

A Aurora Boreal, para mim, é um dos fenômenos mais belos do mundo, e certamente o  mais impressionante e emocionante quando observado a olho nu. 

E como as auroras não são exclusivas de regiões polares, a atividade é mais intensa quando estamos próximos ao Círculo Polar Ártico. É muito raro, mas existem relatos de Auroras nas regiões dos trópicos.

Sendo mais comum nas regiões dos Círculos Polares, melhor atentarmos a isso.

A Europa é um dos continentes com maior quantidade de países em que é possível realizar a observação da Aurora Boreal. Entre eles está a Suécia, país casa da famosa banda ABBA e dona de uma cultura única.

Acompanhe a leitura e descubra a Aurora Boreal na Suécia.

Aurora Boreal na Suécia

Estive na Suécia pela primeira vez de motorhome em 2011. Essa incrível região nórdica possui paisagens de natureza exuberante, verdadeiros cenários de tirar o fôlego. 

O país também é bem conhecido pelos seus hotéis de gelo, atraindo milhares de turistas todos os anos.

Um dos lugares recomendados para encontrar auroras boreais é a região de Nordbotten, onde está localizada a cidade de Abisko. 

Nessa cidade, existe um parque nacional onde se consegue ter uma boa visão da Aurora Boreal.

Por ser uma região com um clima mais seco, o céu fica mais limpo, o que reflete toda a beleza das luzes e cores das Northern Lights. 

Suíça ou Suécia?

Muita gente pode confundir, mas esses são dois países completamente diferentes.

Enquanto a Suíça está localizada na Europa Central, a Suécia está localizada no norte da Europa, fazendo fronteira com a Noruega e a Finlândia.

Oficialmente, é o Reino da Suécia, um país nórdico localizado na península Escandinava, sendo o terceiro maior país da União Europeia. 

É, então, uma monarquia constitucional, assim como a Inglaterra, com sistema parlamentar de governo.

Além disso, a Suécia é membro-fundador da Organização das Nações Unidas, a ONU, estando entre os países mais socialmente justos na atualidade, apresentando um dos mais baixos níveis de desigualdade de renda do mundo. 

A população sueca é constituída por suecos, finlandeses e lapões, e a língua mais falada no país é o sueco. 

Contudo, ele não possui um idioma oficial, e lá também são faladas línguas como: 

  • Sami (original dos povos Sami, muito presentes na região);
  • Romani;
  • Meankieli;
  • Finlandes.

Fauna e Flora

O território sueco é 80% coberto por florestas, mas a fauna e a flora variam de acordo com a região, totalizando quatro ecorregiões diferentes pelo país. 

Porém, a Suécia é caracterizada por planícies, áreas com montanhas baixas e grandes lagos. O maior deles é o lago Vanern, localizado ao norte de Gotemburgo. 

Da mesma forma, a vida selvagem é distribuída de acordo com as condições geográficas e climáticas de cada região. 

Por isso, que no país você pode ver ursos, linces, lobos, veados, alces, raposas e diversos roedores, que são considerados animais comuns da Suécia. 

Pelo país possuir muitos lagos, eles se destacam por uma variedade de espécies de peixes, que também se tornou grande parte da gastronomia local. 

Cultura e Gastronomia

E por falar em gastronomia, a culinária sueca é baseada em:

  • Carne de Rena;
  • Produtos laticínios;
  • Peixe; 
  • Frutas como as “berries” que são utilizadas para fazer compotas e geléias.

As batatas também são um acompanhamento muito comum nos pratos suecos, com os mais diversos preparos. Aliás, a batata com creme e queijo no forno é deliciosa.

Mais ao norte do país, é consumida a carne de rena, assim como na região da Lapônia. Já no sul os legumes e verduras brilham nos pratos.

A Suécia também é o país natal do químico Alfred Nobel, que dá nome ao prêmio internacionalmente conhecido e reconhecido pela comunidade científica.

Além disso, o país é reconhecido por sua produção cultural rica, tendo na conta sete prêmios nobel da literatura. 

Curiosidade: Você sabia que, desde 1901, mais de 900 vencedores dos prêmios Nobel são suecos? Um país brilhante de fato!

Musicalmente, o país tem grande contribuição para o cenário pop/disco dos anos 1970. Por isso, a banda ABBA talvez seja um dos maiores símbolos suecos para o mundo, depois, claro, das auroras. 

Caçando a Aurora na Suécia

Para observar o fenômeno da Aurora Boreal, é necessária uma combinação de diversos fatores, por isso, não existe um manual perfeito para observar a Aurora Boreal na Suécia.

O que é preciso é muito estudo e entendimento que o fenômeno depende de condições meteorológicas, intensidade dos raios solares, luminosidade do céu. 

Mas, é fato que a escuridão é um dos fatores que mais auxiliam na caçada da Aurora Boreal.

Por isso, entre os meses de setembro a abril, quando as noites ficam mais longas, as chances de observar a Aurora Boreal aumentam.

Mas, preparem-se, pois o inverno neste país tende a ser bem rigoroso também. As temperaturas podem chegar aos -25ºC, com menos de 6 horas de sol por dia.

Além disso, um dos locais mais emblemáticos para observar o fenômeno no país é o Parque Nacional Abisko.

Este belíssimo parque fica na realidade localizado na parte sueca da Lapônia. Ele é um dos locais mais conhecidos e belos do país, seus espaços naturais são muito apreciados.

O parque está localizado junto à fronteira da Suécia com a Noruega, próximo dos hotéis de gelo, com o lago Tornertrask, situado também a 200 km do Círculo Polar Ártico. 

Uma localidade perfeita para observar a Aurora Boreal!

Fotos da Aurora Boreal Na Suécia

As fotos da Aurora na Suécia não expressam toda a emoção de observar e presenciar esse momento ao vivo! 

Com certeza um momento que ficará para sempre na memória. 

Preparados para embarcar nesta caçada comigo? 

Confira as próximas expedições aqui e garanta sua vaga!

Continue acompanhando o blog para mais informações sobre a Aurora Boreal.

Marco Brotto caçador de Aurora Boreal
MARCO BROTTO
Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.
POSTS RELACIONADOS
Iglus de cristal: um local singular para ver a Aurora Boreal
Iglus de cristal: um local singular para ver a Aurora Boreal
< LEIA MAIS
Turismo nas Ilhas Faroé: turismo épico no arquipélago dinamarquês
Turismo nas Ilhas Faroé: turismo épico no arquipélago dinamarquês
< LEIA MAIS
Turismo na Islândia: geleiras, montanhas e lagos do ártico!
Turismo na Islândia: geleiras, montanhas e lagos do ártico!
< LEIA MAIS