Home » Aurora Austral » Onde fica Aurora Boreal?

Onde fica Aurora Boreal?

Onde fica Aurora Boreal?
08 set 2020 Aurora Austral, Caçadas 0 COMENTÁRIOS

Muitas pessoas me perguntam onde fica Aurora Boreal. Essa não é a pergunta certa, uma vez que a Aurora é um fenômeno, não um lugar. Mas eu entendo que nem todos saibam o que é e como acontece o fenômeno mais bonito que existe. As luzes dançando no céu são realmente misteriosas e, na mesma proporção, emocionantes.

A Aurora Boreal depende de vários fatores e acontece em diversos locais do hemisfério norte do globo como Noruega, Groenlândia, Islândia, Alasca e Finlândia. Mas é preciso explicar mais a fundo pra entender que onde fica a Aurora Boreal é onde a natureza permite.

Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe esse post completo que eu preparei para você!

Onde fica Aurora Boreal? Onde os fenômenos acontecem

A Aurora Boreal e a Aurora Austral são fenômenos físico-químicos que são resultados do choque do plasma solar com as camadas superiores da atmosfera da Terra. Esse plasma é formado por prótons, elétrons e neutrino, mas é preciso entender melhor a Aurora Boreal, como acontece e tudo o que envolve o fenômeno que resulta naquilo que, para mim, é o maior espetáculo da natureza.

O que precisa acontecer para que surja a Aurora Boreal?

Presentes no plasma solar, os prótons causam Auroras fracas e difusas, dificilmente visíveis ao olho humano. Em geral, o resultado é um sutil brilho no céu, o que eu costumo chamar de dust, “poeira brilhante”. 

Os elétrons, por sua vez, quando chegam à magnetosfera, encontram o Cinturão de Van Halley, são energizados em razão da aceleração da atração para o lado escuro da terra. Quando acelerados e ionizados, viajam pelo campo magnético da Terra até as regiões polares, rompendo esse campo e colidindo com átomos e moléculas de oxigênio e nitrogênio na termosfera. O resultado? Auroras dançantes, coronais, coloridas. Os maiores espetáculos!

Existe um local ideal para ver a Aurora Boreal?

A Aurora Boreal acontece no hemisfério norte, mas não é possível falar um país mais indicado para uma caçada. O que existe é uma faixa com maior probabilidade. Eu chamo de “trilho” e ele está localizado entre as latitudes Norte e Sul a, mais ou menos, 50 a 75 graus – depende da longitude. Tromso, Alta, Kirkenes, Inari, Kilpisjarvi, Tenevoll, Rovaniemi, Murmanski, Reykjavik, Ilulissat, Fairbanks, Whitehorse e Churchill fazem parte dessa região. 

Nessas latitudes polares, a Aurora pode ser observada em aproximadamente 100 noites de um determinado ano através das câmeras e 50 noites a olho nu!

Quando a atividade solar aumenta, podem ocorrer tempestades e sub-tempestades. Isso aumenta o KP (Planetarische Kennziffer), que é o índice planetário, e a Aurora se estende para o Equador. Isso, no entanto, não quer dizer que ela será melhor, mais visível ou mais colorida. Com KPs altos, a Aurora pode chegar a regiões muito próximas do Equador – ela já foi vista de Cuba.  

Fatores importantes são o céu limpo, umidade e livre de nuvens. A lua não interfere na Aurora Boreal, mas modifica a nossa dinâmica de caçada e pode produzir efeitos diferentes na visualização do fenômeno.

Também deve estar escuro. Por isso, a temporada da Aurora Boreal é de setembro a abril – o sol da meia-noite impede a visualização no hemisfério norte. 

Veja melhor nesse infográfico que preparei.

Aurora Boreal: como acontece?

Aurora Boreal: viagem tem vários destinos

Vocês já sabem que eu sou louco pela Aurora Boreal, certo? Por isso, adoro falar sobre ela e sobre os destinos em que a caçada é possível. Sim, para quem não sabe, ela é um fenômeno da natureza que acontece somente no Hemisfério Norte, ou seja, há locais mais propícios para conseguir ter essa experiência. 

A Aurora Boreal, para mim, é o fenômeno natural mais bonito que existe. Além disso, ela é misteriosa e é capaz de suscitar diversas emoções em quem participa das minhas expedições. Eu já vi choro, pedidos de perdão e até propostas de casamento acontecerem sob as luzes dançantes da Dama do Norte. Veja onde experimentar isso e “onde fica Aurora Boreal”.

Noruega

Noruega, um dos quatro países que compõem a Lapônia. É um destino apaixonante para quem quer caçar Aurora Boreal Lapônia. Tromsø, cidade da Noruega, é conhecida como a capital mundial das Aurora Boreais. Não é para menos: o local é um dos mais indicados para quem quer flagrar as luzes dançantes. 

Como eu já disse, a Aurora é um fenômeno natural, ou seja, não dá para garantir que ela será vista. Ainda assim, durante as viagens, eu e minha equipe estudamos a fundo todos os aspectos que influenciam no aparecimento do fenômeno, fazendo com que os turistas tenham mais possibilidades de alcançar seu objetivo. Mesmo sem eu poder dar essa certeza, em minhas expedições eu tive 100% de aproveitamento, ou seja, ninguém ficou sem Aurora vista a olho nu! 

Mas a Noruega tem outros atrativos. A cultura Sami é rica em sua culinária e arquitetura, além de ser muito hospitaleira com quem desembarca por lá. Outra característica de ir à Noruega é fotografar as belíssimas paisagens do local. Vale muito a pena!

Islândia

Outro destino para ver Aurora Boreal é a Islândia. Se você sonha em caçar as Luzes do Norte, convém começar a pesquisar sobre o país. Além de poder proporcionar momentos mágicos em companhia da Aurora, a Islândia é um país riquíssimo em paisagens.. Nas minhas expedições, inclusive, procuro ensinar um pouco de fotografias nos celulares para aproveitar as paisagens únicas da Islândia e costuma ser uma experiência e tanto para os turistas. 

Além dos estudos e pesquisas que faço antes da viagem, os turistas recebem um material vasto sobre o destino, além de dicas de vestimenta e uma prévia do que vão presenciar na Islândia. 

Alasca

Viajar para Caçar a Aurora Boreal no Alasca é mais que uma aventura na Última Fronteira. É, também, uma vivência repleta de experiências fantásticas em meio às saídas das caçadas às Luzes do Norte. O Alasca é o destino dos sonhos para os viajantes que nos procuram as aventuras rústicas.  O destino, conhecido como a “Última Fronteira” ou The Last Frontier, possui um quê de selvagem e inóspito, mas conta com cidades bem estruturadas, como Anchorage e Fairbanks, que muitas vezes nos servem de ponto de encontro e partida nos roteiros das Expedições Aurora Boreal no Alasca.

Para ver a Aurora Boreal no Alasca, esplêndida e dançando no céu com diversas cores, formas e tamanhos, definitivamente é preciso vasto conhecimento desse território do Círculo Polar Ártico. É preciso contar com expertise e suporte certeiros. Já que nosso propósito é causar a maior emoção possível aos seus olhos, mente e espírito, temos motoristas locais e minha equipe que realmente fazem a diferença. O Alasca é um grande preservador da natureza e a grande maioria da sua área estão ainda intocada pelo homem.

Finlândia

A Finlândia é, entre tantos adjetivos que podemos citar, surreal. Imagine-se em meio a florestas que realmente parecem que tiradas dos mais belos contos de fadas, tendo como plano de fundo, uma imensa Aurora Boreal pairando e dançando no céu. Minas de ouro e ametista e o velhinho mais famoso do mundo Papai Noel. Apesar do norte do país ser referência em turismo, para caçar e ver Aurora Boreal na Noruega é preciso mais que vontade: é também necessária uma boa dose de conhecimento, experiência e suporte.

Como o país é um grande atrativo no turismo convencional, conta com variados hotéis, restaurantes e atividades. Juntamente com um staff competente, preciso estar no lugar certo e na hora certa para que você possa ver a mais bela Aurora Boreal possível, nos cenários mais encantadores, entre montanhas, trolls  e lagos.

Por que ver a Aurora Boreal e o que ela faz por você?

Desde que eu comecei a realizar expedições de caçadas à Aurora Boreal, bato na tecla de que como o fenômeno é capaz de nos transformar. Sob as luzes dançantes eu já presenciei choros, propostas de casamento, pedidos de perdão e gritos de felicidade. Realmente, ninguém volta o mesmo após uma viagem ao Ártico. Veja por que em 5 pontos.

1. Promove momentos de reflexão

Estar sob a luz da Aurora não é um momento comum. Mesmo eu, que já estive com ela mais de cem vezes, não consigo vê-la como algo irrelevante. Na minha opinião, isso acontece porque uma expedição de caçada nos mostra a grandiosidade do Universo em comparação à nossa pequenez.

Quando ela explode no céu, então, conseguimos refletir a respeito de muitas questões, mesmo em meio a tanta alegria e euforia! Sob a Aurora é possível agradecer pelos momentos que o dinheiro não compram e pelas companhias que mais nos são caras. É um presente inesquecível que a Aurora Boreal nos dá.

2. Proporciona uma experiência única

Se você ainda não fez uma viagem de caçada à Aurora Boreal comigo, pode acreditar: não existe momento na vida que se compare a essa jornada. Quando preparo uma expedição, seja ela para Noruega, Islândia, Finlândia ou Lapônia, tenho o foco na Dama do Norte, claro. Mas penso muito além.

Quando um grupo se junta a mim rumo ao Hemisfério Norte, garanto que ele terá experiências que ele não teria facilmente em outra viagem. Além da imersão nas culturas locais, apresento os pontos turísticos mais inusitados e uma natureza selvagem de encher os olhos. 

3. Apresenta realidades diferentes

Já imaginou como é ir ao Alasca? Certamente não é como ir a Nova Iorque ou Paris. Isso porque o fato de o país estar no Hemisfério Norte faz com que ele tenha uma dinâmica de vida muito diferente da nossa, uma vez que moramos em um país tropical. Por isso, quem quer ver a Aurora Boreal pode ter a certeza de que verá o que nunca viu antes.

Além do inverno mais forte que o nosso, as paisagens que visitamos são únicas. Pequenos povoados com casinhas cobertas por neve, renas que fazem parte da paisagem, culinária que promove novas sensações e passeios em estradas de neve que você nunca imaginou fazer.

4. Motiva você a planejar novas férias

Quem já esteve comigo em uma caçada pode confirmar: ninguém se contenta com uma única Aurora. Por isso, depois que ela aparece no céu, linda, dançante e colorida, sua vontade é fazer com que todos seus planos e recursos sejam dedicados à sua próxima viagem.

A experiência é tão rica em sentimentos e sensações, que a vontade de vê-la novamente pode ser capaz de se sobrepor aos planos de ir a um resort ou desembarcar em uma cidade turística para fazer compras. É inigualável. Só estando lá para saber.

Mesmo se você ainda não passou pela experiência, espero que você consiga ter sentido, com este artigo, tudo o que eu sinto quando estou sob o céu do Ártico.

Viu por que não podemos perguntar onde fica Aurora Boreal? Ela está em diversos lugares para nos encantar! Seja um Caçador de Aurora Boreal comigo e garanta sua vaga nas minhas próximas expedições!

Marco Brotto caçador de Aurora Boreal
MARCO BROTTO
Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.
POSTS RELACIONADOS
Minha primeira Aurora Boreal: depoimento
Minha primeira Aurora Boreal: depoimento
< LEIA MAIS
Noite de caçada à Aurora Boreal Noruega
Noite de caçada à Aurora Boreal Noruega
< LEIA MAIS
Veja 5 motivos para você ver Aurora Boreal na Islândia
Veja 5 motivos para você ver Aurora Boreal na Islândia
< LEIA MAIS