Home » Aurora Boreal » Oval da Aurora e onde ver Aurora Boreal

Oval da Aurora e onde ver Aurora Boreal

onde-ver-aurora-boreal
15 set 2020 Aurora Boreal 0 COMENTÁRIOS

A faixa próxima aos círculos polares é onde ocorre com maior frequência as Auroras e é o que determina onde ver Aurora Boreal. Por essa razão, eu chamo essa região de Oval da Aurora ou Trilho da Aurora. No Hemisfério Norte, essa zona fica ao longo da faixa que se estende desde as regiões norte da Escandinávia, Islândia, Groenlândia, Baía de Hudson e centro do Alasca, até a costa leste da Sibéria.

Importante dizer que, conforme tenho nos gráficos as informações, nas caçadas à Aurora Boreal eu altero a dinâmica, destino e horário. Essa é a razão de ser uma caçada: também dependo das informações para buscar uma perspectiva e uma experiência diferentes.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Quais as cidades onde ver Aurora Boreal?

Para deixar mais pontual, vou mostrar algumas das principais cidades que podemos nos preparar para a Caçada à Aurora Boreal®. Elas estão separadas por regiões e países.

Escandinávia

Noruega

Região de Tromso e Finnmark: Tromso, Alta, Nordkapp e Kirkenes são as principais cidades. Mais ao Sul, Narvik, Trondheim, Mo i Rana também são opções quando o Kp aumenta.

Finlândia

Toda região da Lapônia: Ivalo, Rovaniemi, Hetta, Kilpisjarvi e Levi são cidades que estão na Oval da Aurora Boreal.

Suécia

Norrbotten é a principal região. Abisko, Kiruna, Ovre Soppero, Lulea e Porjus são algumas cidades indicadas.

Islândia

Toda a ilha é interessante para ver as Luzes do Norte. Reykjavik, Vik y mydral, Jokulsarlon, Akureyri e Selfoss são as mais disputadas regiões na Islândia para ver a Aurora Boreal.

Groenlândia

O centro sul da Groenlândia é o local na grande ilha de gelo. Ilulissat, Kangerlussuaq e Nuuk são as cidades preferidas por mim para caçar a Aurora Boreal.

Canadá

Toda a extensão longitudinal Canadense desde Labrador até Yukon, nas latitudes entre 55 e 65 N.

Alasca 

A região de Fairbanks está ao sul desse trilho. Eu alerto você para que observe que, mesmo estando abaixo de 66N, Canadá e Alasca são excelentes lugares. A latitude menor é em razão da diferença dos polos magnético e geográficos .

Rússia

Desde Estreito de Bering até a divisa com a Noruega em Murmansk e passando Naryan-Mar e Vorkuta Yakutsk.

Então sempre é possível ver Aurora Boreal nesses locais?

O que muitas pessoas não sabem – ou são mal informadas – é que a Aurora Boreal não é um fenômeno estático. Eu insisto em dizer que é preciso caçar, já que a zona da Aurora se desloca dependendo da atividade solar e de mais uma série de fatores. 

Desde que estudo a Aurora, tenho os dados armazenados, e, hoje, quando recebo as informações dos sites das agências aeroespaciais e das universidades a que tenho acesso, procuro uma experiência diferente. Importante ter várias situações diferentes para poder ver e entender as várias formas, cores e perspectivas da Aurora Boreal.

Ela pode estar de pé formando uma cortina, em forma de arco, coronal sobre a cabeça e a cada segundo temos uma imagem magnífica e diferente. Correndo majestosamente pelo céu, dançando freneticamente ou às vezes piscando de um lado para outro, como brincando de esconde esconde.

O que é unanimidade é que, independentemente de onde ver Aurora Boreal, a experiência é única. Concorda comigo? Tem vontade de fazer uma caçada? Deixe seu comentário aqui e divida suas impressões comigo!

 

Marco Brotto caçador de Aurora Boreal
MARCO BROTTO
Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.
POSTS RELACIONADOS
Aurora Boreal Noruega: 5 motivos para você participar dessa caçada!
Aurora Boreal Noruega: 5 motivos para você participar dessa caçada!
< LEIA MAIS
Quando ver Aurora Boreal? Saiba Tudo!
Quando ver Aurora Boreal? Saiba Tudo!
< LEIA MAIS
Marco Brotto dá entrevista ao Portal RIC Mais
Marco Brotto dá entrevista ao Portal RIC Mais
< LEIA MAIS