Home » Aurora Austral » Aurora Boreal e Aurora Austral: Qual é a diferença?

Aurora Boreal e Aurora Austral: Qual é a diferença?

Aurora Boreal e Aurora Austral
12 mar 2021 Aurora Austral, Aurora Boreal 0 COMENTÁRIOS

As Auroras Polares são divididas em duas categorias: Aurora Boreal e Aurora Austral. Uma ocorre no hemisfério norte enquanto a outra no hemisfério sul.

A Aurora Boreal é conhecida por ser um dos fenômenos naturais mais incríveis do mundo. Sua formação é muito mais complexa do que imaginamos, o que acontece no espaço e Sistema Solar para que ela ocorra, é realmente incrível.

Mas, na realidade, existem duas nomenclaturas para a Aurora. As Auroras não são somente Boreais, mas também Austrais. 

Continue a leitura do conteúdo para entender porque as Auroras Polares são dividas entre essas duas nomenclaturas e quais são as suas diferenças.

Aurora Polar: Aurora Boreal ou Aurora Austral?

As auroras boreais vem sendo estudadas cientificamente desde o século XVII.  Acontecendo nos dois hemisférios da Terra, são chamadas de Auroras Polares. Isso ocorre porque é um fenômeno que acontece apenas nos pólos da Terra.

Por conta da força magnética que os pólos possuem, os ventos solares chegam no planeta em alta velocidade sendo diretamente atraídos por eles. 

Nessas áreas também existe uma maior fragilidade no campo magnético, o que facilita o contato do plasma que está nos ventos com os gases atmosféricos quando eles se chocam, e é aí que a Aurora se forma.

Esse também é um fenômeno físico-químico, resultado do choque do plasma solar com os elementos das camadas superiores da atmosfera da Terra. 

O plasma, que viaja centenas de quilômetros por segundo no sistema solar, é composto por prótons, elétrons e nêutrons, cheio de energia. São esses elementos que irão dar forma e cor para cada aurora.

As auroras podem aparecer tanto como um brilho mais difuso, quanto uma espécie de cortina estendida no sentido horizontal. Algumas vezes são formados arcos que mudam de forma constantemente. 

Mas, em que países é possível observar os fenômenos? 

Primeiro, é preciso entender que esse fenômeno ocorre de 50 a 200 km da Terra, não importando muito o lugar que seja, desde que esteja na Faixa da Aurora, próximo às regiões dos círculos polares.

Uma das diferenças principais entre as duas Auroras são suas localizações. Enquanto a Aurora Boreal ocorre no hemisfério norte do planeta, acima da linha do equador, as Auroras Austrais acontecem no hemisfério sul, abaixo da linha do equador.

  • A região propícia para ver a Aurora Austral é em torno dos 66 graus de latitude Sul. No continente Antártico.
  • No hemisfério Norte temos todos os países cortados pelo círculo polar ártico. Rússia, Noruega, Finlândia, Suécia, Islândia, Groenlândia , Canadá e  Estados Unidos.

 

O nome Aurora Boreal foi criado pelo cientista Galileu Galilei em 1619, em referência à deusa romana  do amanhecer, Aurora, e Boreas, deus grego que representa os ventos do norte. 

Já o nome Aurora Austral foi criado pelo cartógrafo inglês James Cook, em uma referência direta ao fato de estar ao Sul do globo. 

Qual a real diferença entre a Aurora Boreal para Aurora Austral?

Apesar dos nomes distintos, há alguns anos atrás cientistas descobriram que existem diferenças visuais entre os fenômenos. 

Em observações realizadas pela NASA, cientistas indicaram que a principal diferença parece ser a interação entre a atmosfera solar e o campo magnético terrestre.

Essa análise foi realizada a partir de imagens obtidas com satélites e mostrou como as auroras se movem e mudam de forma, influenciadas pelo campo magnético e as condições dos ventos solares. 

Durante os estudos, cientistas observaram que as auroras se moviam em direções opostas, ou seja, a movimentação e orientação do campo magnético interplanetário – o campo que viaja pelo espaço junto com vento solar – tinham direções diferentes.

Com isso, observaram também que a Aurora Austral se movia mais perto do Sol, enquanto a Aurora Boreal continuava na mesma posição. 

Os cientistas acreditam que essa movimentação possa ter ocorrido devido a penetração dos ventos solares na magnetosfera no hemisfério sul enquanto no hemisfério norte isso não ocorreu.

Todo esse estudo desbancou algo que acreditavam ser verdade: que as auroras eram espelhos uma da outra. 

De acordo com Timothy Stubbs, do Centro Espacial de Goddard, da Nasa, como o campo magnético da Terra não é perfeitamente bipolar, os estudiosos acham que é essa característica que gera a diferença entre as auroras, não sendo uma a imagem da outra. 

Tanto no Hemisfério Norte quanto no Sul, há períodos de claridade extrema, como o sol da meia noite, que torna a visibilidade do fenômeno quase impossível.

Curiosidade: Você sabia que o fenômeno da Aurora ocorre até em outros planetas? Tanto Júpiter como Saturno possuem campos magnéticos mais fortes que o da Terra, ambos possuindo grandes cintos de radiação.  

O fenômeno também pode ocorrer em Marte e em Vênus.

Viagens para observar a Aurora

Depois de entender um pouco sobre a Aurora Boreal e Austral, a vontade de viajar aumenta ainda mais! 

Nossas expedições são todas realizadas para países do hemisfério norte e existe uma motivação para isso.

Apesar das Auroras Austrais serem tão fantásticas quanto as Boreais, não existe estrutura no continente Antártico. 

Na Nova Zelândia e Austrália podem ocorrer auroras mas a experiência fica muitíssimo abaixo das realizadas em latitudes mais elevadas. Se resumem a poucos dias no ano e com condições extremamente desfavoráveis.

Então viajar para ver a  Aurora Austral é uma viagem que não é recomendável e na Patagônia é praticamente impossível de ver o fenômeno.

Agora que você já sabe as diferenças entre a Aurora Boreal e a Aurora Austral, confira nossas próximas expedições e embarque nesta caçada conosco!

Marco Brotto caçador de Aurora Boreal
MARCO BROTTO
Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.
POSTS RELACIONADOS
Conheça a Rússia, da Série Países do Ártico
Conheça a Rússia, da Série Países do Ártico
< LEIA MAIS
Iglus de cristal: um local singular para ver a Aurora Boreal
Iglus de cristal: um local singular para ver a Aurora Boreal
< LEIA MAIS
Turismo na Rússia: o maior país do mundo
Turismo na Rússia: o maior país do mundo
< LEIA MAIS